sexta-feira, 25 de agosto de 2017

EXEMPLO À SER SEGUIDO: SILVIO SANTOS SE NEGA A RECEBER DINHEIRO DA LEI ROUANET PARA PROMOVER SUA EXPOSIÇÃO EM MUSEU

Diferente de muitos eventos de atores, cantores e apresentadores, a exposição sobre o magnata Silvio Santos, que será realizada pelo MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) em dezembro, será feita sem verba da Lei Rouanet ou do programa estadual de incentivo à cultura (ProAC). Este foi um pedido do próprio Silvio Santos, dono do SBT.

A mostra deve custar quase R$ 3 milhões. De acordo com publicação da Folha de S. Paulo, o custo será bancado pelo próprio museu, com recursos obtidos com bilheteria, aluguel para eventos e patrocínios.

“Ele colocou essa condição. Não queria que a mostra fosse acusada de usar recursos públicos para promovê-lo”, contou André Sturm, diretor do MIS.

Silvio frisou que só daria o seu aval para realizar a exposição se ela fosse independente, sem participação, inclusive, do SBT.

O apresentador também não deve visitar a mostra antes que ela seja aberta ao público. Quase 3.000 ingressos já foram vendidos só para as duas primeiras semanas do evento.