quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Absurdo! Presidiário assume cargo de vereador, "De acordo com a lei"

Algemado e com o uniforme do sistema prisional, o presidiário Ronilson Marcílio Alves, de 42 anos, tomou posse do cargo de vereador na Câmara Municipal de Caratinga nesta terça-feira (3). Sob escolta policial, o detento chegou à sede do Legislativo ao meio-dia e permaneceu cerca de duas horas no local.


Reeleito em outubro de 2016, com 854 votos, Ronilson passou a ser alvo de investigação policial no fim de novembro, quando a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dele e apreendeu documentos, pen drive e aparelhos celulares. Na época, ele foi conduzido para prestar esclarecimentos e liberado em seguida.







Mas no dia 19 de dezembro ele foi preso no município de Cordeiro, interior do Rio de Janeiro, e levado para a Penitenciária de Caratinga, onde permanece até hoje. A Polícia Civil informou que o caso segue em segredo de justiça.

O advogado Dário Júnior, que responde pela defesa do vereador, informou que o cliente é acusado de extorsão contra um padre da cidade e teve a prisão preventiva decretada no dia 2 de dezembro.