terça-feira, 29 de novembro de 2016

Galvão Bueno chora após tragédia com o time da Chapecoense e diz que não quer mais narrar jogos...

Abaldo com o acidente trágico com o avião da Associação Chapecoense de Futebol, Galvão Bueno se emociona muito e diz que não quer mais narrar jogos em 2016.

O acidente comoveu atletas e pessoas em todo o mundo. Nas redes sociais são muitas as homenagens.


O avião decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e caiu perto de um aeroporto em Rionegro, na Colômbia. Segundo autoridades colombianas, há mais de 70 mortos. A lista oficial diz que havia 81 pessoas a bordo do voo da LaMia para Medellín, na Colômbia, mas quatro não embarcaram. Não há confirmação se outras pessoas viajaram no lugar deles.

Os sobreviventes são os jogadores Alan Ruschel, Neto e Follmann, o jornalista Rafael Henzel e os comissários de bordo Erwin Tumiri e Ximena Suarez.

O goleiro Danilo também tinha sido resgatado com vida, mas morreu no hospital.
O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports, está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.

A Chapecoense viajava para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na quarta (30).